NOTAS DE INVESTIGAÇÃO

Angels with Dirty Faces

04 Notas Investigacao

Propriedade: Pedro Coelho

Considerando o desenvolvimento dos trabalhos do projeto, decidimos organizar a investigação em linhas de desenvolvimento temáticas e analíticas. Estas linhas foram enunciadas tendo em linha de conta os objetivos do projeto e a preocupação de expor os interesses dos investigadores(as), não possuindo um caráter fechado ou exaustivo. Assim, as linhas abixo enunciadas pretendem: (1) reconfigurar o KISMIF dando-lhe uma identidade própria resultante da sua apropriação efetiva por uma diversidade de investigadores(as); (2) garantir um controlo do seu desenvolvimento no todo e nas partes; (3) permitir uma rentabilização efetiva das fontes de informação e dados do trabalho de campo; (4) possibilitar um envolvimento mais claro e motivador por parte dos investigadores(as); (5) assegurar resultados originais e concretos, fundamentais para a avaliação da investigação; (6) e, em suma, concretizar um processo de investigação de fundamental participado e de recorte interdisciplinar.

 

1. Punk e teoria social

Fragmentação disciplinar/ Olhares disciplinares cruzados/ Subculturas e cultural studies / Neotribalismo e cenas musicais/ A busca de um paradigma sociológico contemporâneo interpretativo das culturas juvenis.

 

2. Punk, historicidade e genealogia

A constituição do punk em Portugal (1977-2015)/ A globalização do punk e a constituição de cenas locais/ As relações do punk português com o UK e USA/ Um espaço diferenciado de punk: Portugal, Espanha e América Latina/ Juventude, punk, cosmopolitismo e resistência em Portugal.

 

3. Punk, significados e identidades

Punk, bandas e canções/ Punk, estilos, estéticas/ Punk, underground e mainstream/ Resistência, revolta e contestação/ Visões do mundo: discursos políticos/ Punk e representações mediáticas/ Designações e auto-representações do punk.

 

4. Punk, ageing e género

Pertenças e envelhecimentos subculturais/ Riot girrls e aproximação à realidade portuguesa/ Dominação masculina e lógicas de resistência/ Jovens, transição para a vida adulta e punk/ Punks e diferença, distinção e idade/ Intelectualismo e punk.

 

5. Punk, cidade e novos movimentos sociais

Cenas punk e novos movimentos sociais/ Reivindicações de direito à cidade e à habitação/ Punk e política urbana/ Punk, espaço e normalização do risco.

 

6. Trajetos, percursos e atores punk: a constituição de cenas atuais

Carreiras DIY: percursos sociais e profissionais/ Punk, estilo, estéticas e corporalidade/ Punk, excessos, limites e derivas/ Punk, redes sociais e novos media/ Eventos, programação, promoção e divulgação.

 

7. Punk, herança, memórias e artefactos

Editoras e fonogramas/ Punk memorabilia/ Retromania, lojas de discos, colecionismo e vinil/ Fanzines, e-fanzines e media/ Ilustração, BD, grafismo e design.

Share