História

Experimental Fandom, Bootleg and DIY Star

In 1993, a rather small but very active bunch of music fans and artists managed to pull out the perfect treat for Portuguese Punk lovers: a concert in Campo Pequeno arena, right at the heart of Lisbon, headlined by Sonic

Experimental Fandom, Bootleg and DIY Star

In 1993, a rather small but very active bunch of music fans and artists managed to pull out the perfect treat for Portuguese Punk lovers: a concert in Campo Pequeno arena, right at the heart of Lisbon, headlined by Sonic

Punk Comix

Intro Este artigo pretende fazer uma análise da forma como o punk é tratado na Banda Desenhada portuguesa e o que conta a Banda Desenhada portuguesa sobre o punk em Portugal. Resulta de uma colaboração com o projeto KISMIF enquanto

Punk Comix

Intro Este artigo pretende fazer uma análise da forma como o punk é tratado na Banda Desenhada portuguesa e o que conta a Banda Desenhada portuguesa sobre o punk em Portugal. Resulta de uma colaboração com o projeto KISMIF enquanto

Proto-punk. Uma introspeção pessoal.

Jornalistas e críticos de música começaram a rotular as bandas prévias ao boom do punk rock como proto-punk. O termo dispensa grandes definições e integra todas as bandas não-convencionais de rock’n’roll, das mais rebeldes às mais cruas – todas fazem

Proto-punk. Uma introspeção pessoal.

Jornalistas e críticos de música começaram a rotular as bandas prévias ao boom do punk rock como proto-punk. O termo dispensa grandes definições e integra todas as bandas não-convencionais de rock’n’roll, das mais rebeldes às mais cruas – todas fazem

Revolução punk: no feelings, no fun, no future

Em termos de ideário, e no contexto inglês, o punk assume-se como um movimento contestatário nas dimensões artística, económica e social. Contextualiza-se num período de forte crise económica e reclama uma pertença aos indivíduos marginalizados pela sociedade vigente. O diletantismo

Revolução punk: no feelings, no fun, no future

Em termos de ideário, e no contexto inglês, o punk assume-se como um movimento contestatário nas dimensões artística, económica e social. Contextualiza-se num período de forte crise económica e reclama uma pertença aos indivíduos marginalizados pela sociedade vigente. O diletantismo

Punk is not dead: breve enunciado

“Eu não acho que os punks vivam de forma diferente… quando era puto dava muito mais ênfase à estética. Claro que a partir do momento em que a palavra punk seja tão deturpada que já não dê para usá-la, então

Punk is not dead: breve enunciado

“Eu não acho que os punks vivam de forma diferente… quando era puto dava muito mais ênfase à estética. Claro que a partir do momento em que a palavra punk seja tão deturpada que já não dê para usá-la, então

Fanzines punk em Portugal (1978-2013): uma cronotopia

Embora o surgimento dos primeiros fanzines tenha acontecido nas décadas de 1920-30 associado aos fãs de ficção científica, a verdade é que a produção, distribuição e consumo de fanzines ganhou relevância global com a emergência do fenómeno do punk no

Fanzines punk em Portugal (1978-2013): uma cronotopia

Embora o surgimento dos primeiros fanzines tenha acontecido nas décadas de 1920-30 associado aos fãs de ficção científica, a verdade é que a produção, distribuição e consumo de fanzines ganhou relevância global com a emergência do fenómeno do punk no

A rádio e a imprensa musical nos primórdios do punk em Portugal

Os primeiros ecos de que algo diferente estava a surgir na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos da América, chegam ao público a partir de 1976, através das antenas da Rádio Renascença, pela voz de António Sérgio no seu programa nocturno:

A rádio e a imprensa musical nos primórdios do punk em Portugal

Os primeiros ecos de que algo diferente estava a surgir na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos da América, chegam ao público a partir de 1976, através das antenas da Rádio Renascença, pela voz de António Sérgio no seu programa nocturno:

Génese do punk em Portugal: o local e o global

Em Portugal, a Revolução de abril de 1974 funcionou como um catalisador de vontades, de reivindicações e de manifestações, e nesse âmbito foi favorável ao eclodir das primeiras manifestações punks em Portugal. Na cidade de Lisboa, existiam pequenos grupos de

Génese do punk em Portugal: o local e o global

Em Portugal, a Revolução de abril de 1974 funcionou como um catalisador de vontades, de reivindicações e de manifestações, e nesse âmbito foi favorável ao eclodir das primeiras manifestações punks em Portugal. Na cidade de Lisboa, existiam pequenos grupos de

Abertura

«Atenção! Atenção! Aviso à população! Atenção! Atenção! Aviso à população!» (Mão Morta, 1999) Hoje, ocorreu uma fuga no sistema. O KISMIF abandona os gabinetes e aloja-se no HTML para vos aliciar para uma viagem pelo espaço virtual do projeto Keep

Abertura

«Atenção! Atenção! Aviso à população! Atenção! Atenção! Aviso à população!» (Mão Morta, 1999) Hoje, ocorreu uma fuga no sistema. O KISMIF abandona os gabinetes e aloja-se no HTML para vos aliciar para uma viagem pelo espaço virtual do projeto Keep